PROCURANDO POR ALGO?

quarta-feira, 21 de março de 2018

O que é a Menopausa: Sintomas, Causas e Tratamentos

Tire todas as suas dúvidas sobre a menopausa e o climatério. Veja também dicas e tratamentos naturais para amenizar sintomas com ondas de calor e irritação que incomodam tantas mulheres com o avançar da idade. 
Alimentação pode alterar e auxiliar a Menopausa
Damos o nome de menopausa à última menstruação de uma mulher, ou seja, ao fim do seu período reprodutivo. Esse processo geralmente ocorre entre os 45 e os 55 anos de idade, dependendo muito das características individuais e histórico de vida de cada mulher. Quando a menopausa chega antes dos 45 anos, ela pode ser denominada de precoce.

Curiosamente, a palavra menopausa é bastante associada popularmente ao que a medicina chama de climatério: processo de transição entre o período reprodutivo e o não reprodutivo. Dessa forma, a menopausa não corresponde a esse período em que muitas mulheres relatam sintomas como desconforto e mau humor.

As Causas da Menopausa

A menopausa (e o climatério) são processos naturais do organismo feminino. Ao nascermos, já temos conosco uma quantidade limitada de células germinativas, responsáveis pela produção de óvulos ao longo da vida. Isso quer dizer que a ovulação é predeterminada pela existência dessas células. Assim, vamos “consumindo” as células germinativas a cada ciclo menstrual até que um dia eles acabam. Quando isso acontece, os ovários param de atuar, havendo uma mudança brusca na produção de hormônios pelo corpo da mulher.
Esse episódio corresponde à menopausa e é antecedido pelo climatério.
Importante: algumas cirurgias ginecológicas, como a remoção dos ovários, pode levar à menopausa precoce.

Sintomas

A menopausa e o climatério nem sempre são marcados por sintomas, mas a maior parte das mulheres relata uma série de mudanças quando o ciclo reprodutivo vai chegando ao fim. Esses sintomas geralmente estão associados com as quedas de produção dos hormônios femininos (estrogênio e progesterona). Dentre os principais sinais estão:
Irregularidade do ciclo menstrual – o ciclo começa a passar por mudanças, com episódios de hemorragias inesperadas, escassez da menstruação e ou redução do fluxo sanguíneo;
Ondas de calor (fogachos) – sensação repentina de calor, geralmente localizada no rosto, no pescoço e na parte superior do corpo. Os fogachos costumam ser acompanhados de rubor na face, suor em excesso, palpitação do coração, vertigem e cansaço;
Problemas relacionados ao trato urinário – dor na hora de urinar, possibilidade de incontinência urinária, infecções urinárias recorrentes, dificuldade para esvaziar a bexiga, ressecamento vaginal e dor durante o sexo;
Oscilações de humor – as variações hormonais provocadas pelo climatério e pela menopausa interferem na liberação de neurotransmissores que atua, em nosso sistema nervoso central. Com isso, é comum que ocorram situações de irritabilidade, depressão, aumento da ansiedade, choro e perda de memória;
Alterações no sono – esses mesmos neurotransmissores também interferem no sono. Por isso, a menopausa pode ser antecedida por episódios de insônia ou sono excessivo;
Cabelos, pele e unhas – também por causa da variação hormonal, algumas mulheres relatam que os cabelos, pele e unhas se tornam menos viçosos, perdendo o brilho e tornando-se secos ou quebradiços;
Perda óssea – doenças como a osteoporose são mais comuns em mulheres depois da menopausa, porque há uma perda de massa óssea decorrente das mudanças trazidas pelo fim do período reprodutivo.
Depois de determinada idade, muitas mulheres começam a notar sintomas, sem saber se a menopausa está chegando ou não. O diagnóstico da menopausa só pode ser feito após o seu acontecimento, ou seja, depois de 12 meses sem episódios de menstruação. Já o climatério pode ser diagnosticado pelos sintomas mencionados acima em uma consulta com o ginecologista. Exames contribuem para que o médico se certifique da situação e possa entrar com o tratamento mais adequado.

Como tratar?

'Perda de carga' causou apagão no Norte e no Nordeste, diz ONS

Problema foi registrado em ao menos 13 estados.
Usina de Tucuruí, no Pará (Foto: Divulgação)
Uma "perda de carga" causou apagão no Norte e no Nordeste do país, informou nesta quarta-feira (21) o Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS). Problema foi registrado por volta de 15h50 e cauxou falta de energia em ao menos 13 estados sem energia.
São eles: Amazonas, Alagoas, Sergipe, Ceará, Paraíba, Piauí, Pernambuco, Amapá, Rio Grande do Norte, Pará, Maranhão, Bahia e Tocantins.

O ministro de Minas e Energia, Fernando Coelho Filho, disse que o apagão ocorreu após uma falha na usina de Belo Monte, no Pará. A Centrais Elétricas do Pará (Celpa) informou que um problema na geração de energia da usina de Tucuruí, nordeste do estado, pode ter causado o apagão.

Em nota, a ONS diz estar trabalhando para normalizar funcionamento da usina, que teve 22,5% da carga total comprometida.

Confira nota na íntegra.

Hoje, 21 de março, às 15h48, uma perturbação no SIN causou o desligamento de cerca de 18.000MW, majoritariamente localizados nas regiões Norte e Nordeste, correspondendo a 22,5% da carga total do SIN naquele momento.Em consequência da perda de carga, entrou em funcionamento o primeiro estágio do Esquema Regional de Alívio de Carga do Sistema Sul, Sudeste e Centro-Oeste, com corte automático de consumidores, no montante de 4.200MW.

Os sistemas Sul, Sudeste e Centro-Oeste ficaram desconectados do Norte e Nordeste.

Às 16h15 já havia sido realizada a recomposição de praticamente toda a carga no Sul, Sudeste e Centro-Oeste.

As equipes do ONS estão neste momento dedicadas à recomposição dos sistemas Norte e Nordeste, já em curso.

As causas de desligamento estão sendo investigadas.

Novas informações serão atualizadas tão logo estejam disponíveis.

FONTE: G1 GLOBO

LEIA TAMBÉM:

Apagão deixa Brasil às escuras

Apagão deixa Brasil às escuras

QUEDA DE ENERGIA
Em Fortaleza, semáforos apagados causaram
transtornos em vias de trânsito intenso
Queda de energia atinge estados de todas as regiões nesta quarta-feira, 21. O apagão teve início por volta de 16 horas. No Sul, Sudeste e Centro-Oeste, a energia voltou em menos de meia hora. No Norte e Nordeste, demorou mais de uma hora.

Em Fortaleza, semáforos apagados causaram transtornos em vias de trânsito intenso. Entre eles, os cruzamentos das avenidas Washington Soares com Oliveira Paiva e Domingos Olímpio com Aguanambi.

Segundo o Operador Nacional do Sistema (ONS), perturbação cujas causas ainda são investigadas causou desligamento de cerca de 18 mil megawatts - 22,5% da carga total.

Sistema emergencial acionado no Sul, Sudeste e Centro-Oeste restabeleceu a energia nessas regiões. Norte e Nordeste ficaram desconectados desses sistemas.
As causas do desligamento ainda são desconhecidas.

Após apagão, energia retorna na maior parte do território cearense

Queda de energia afetou todas as cidades do Ceará.
Ruas de Fortaleza são iluminadas por faróis
 dos veículos (Foto: André Teixeira/G1)
Uma queda de energia atingiu todo o Ceará e outros 13 estados do Norte e Nordeste do Brasil por volta das 16 h desta quarta-feira (21). Após uma tarde e parte da noite sem energia elétrica, a luz retomou na região por volta das 20h. Às 20h38, 70% do território cearense tinha energia elétrica, conforme a Enel, distribuidora de energia no Ceará.

A Enel informou que uma interrupção no sistema interligado nacional (SIN) afetou o fornecimento de energia do Ceará. A energia deve retornar em todo o estado até a madrugada desta quinta (22).

Comércios fecharam mais cedo em Fortaleza
 (Foto: TV Verdes Mares/G1)
O comércio de Fortaleza fechou mais cedo. Em avenidas como Bezerra de Menezes, Duque de Caxias, Desembargador Moreira e Santos Dumont, estabelecimentos encerraram atividades por volta das 17h, e os funcionários enfrentaram filas nas paradas de ônibus para voltar para casa.

Os 10 trens do metrô de Fortaleza pararam, deixando 27 mil passageiros sem o serviço. A Companhia Cearense de Transportes Metropolitanos estima que o funcionamento volte ao normal após análise técnica, que deve ocorrer quando a energia for retomada.

Semáforos em Fortaleza estão desligados com o apagã
o que atinge Nordeste Norte do Brasil
(Foto: André Teixeira/G1)
A falta de energia afetou 670 semáforos na capital cearense. Todo o efetivo da Autarquia Municipal de Trânsito e Cidadania (AMC) esteve nas ruas, segundo o órgão, para controlar o tráfego com a ajuda dos orientadores de trânsito. O sinal de internet móvel também caiu para clientes de algumas operadoras no Ceará.

Trabalhadores foram liberados mais cedos
 em muitas empresas, e paradas de ônibus
 ficaram lotadas (Foto: André Teixeira/G1)
Problema em Belo Monte

De acordo com o ministro de Minas e Energia, Fernando Coelho Filho, o apagão foi causado foi uma falha na usina de Belo Monte, no Pará.

O Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS) afirmou que às 15h48 desta quarta houve "uma perturbação no SIN [Sistema Interligado Nacional] causou o desligamento de cerca de 18.000MW", a maior parte deles nas regiões Norte e Nordeste, correspondendo a 22,5% da carga total do SIN.

"As equipes do ONS estão neste momento dedicadas a recomposição dos sistemas Norte e Nordeste", diz o operador, em nota.
FONTE: G1 CE

Como Reduzir seu Estômago sem Cirurgia - 100% Natural

..
Você pode estar estranhando o título desse vídeo, pois, como é possível reduzir o tamanho do estômago naturalmente? De fato, nosso estômago não reduz de tamanho sem um procedimento cirúrgico, como é o caso das cirurgias bariátricas. Entretanto, pesquisas mostram que a capacidade do nosso estômago armazenar alimentos está ligada aos nossos hábitos alimentares. Em outras palavras, a capacidade do estômago suportar refeições maiores não está ligada ao tamanho do indivíduo. Quando estamos comendo algo, receptores nervosos nas paredes do estômago enviam sinais para o cérebro uma vez que ele se esticou até um certo ponto. Dessa forma, quanto maior a capacidade do seu estômago, mais tempo irá levar para que o sinal de saciedade seja registrado pelo cérebro. Enquanto digerimos o alimento, nosso estômago volta ao seu tamanho normal e começa a produzir outro hormônio, chamado grelina. Esse hormônio diz ao cérebro que estamos começando a sentir fome novamente. Estima-se que nosso estômago leva cerca de 20 minutos para mandar sinais para o cérebro de que está ficando cheio, então, se engolirmos tudo inteiro, iremos provavelmente comer mais do que o necessário. Através de algumas mudanças nos hábitos alimentares, é possível diminuir a capacidade do estômago, de forma que você fique saciado mais rapidamente e que não sinta fome com tanta frequência. Por isso, evite distrações na hora de comer e aprecie mais a comida: seu aroma, textura e aparência, não apenas o seu gosto. Outra dica importante é escolher alimentos com densidade nutricional, como frutas, vegetais, grãos integrais e proteína magra. Vegetais são excelentes pois ocupam espaço no estômago mas não possuem tantas calorias como outros alimentos, o que ajuda você a ficar saciado consumindo menos calorias. Escolher alimentos mais saudáveis e consumir porções menores, irá contribuir não só para tonificar o estômago mas também para perder peso de forma saudável e natural. Gostou deste vídeo? Se você gostou do vídeo, curta, se inscreva no canal e compartilhe com seus amigos.

Enem deste ano terá 30 minutos a mais para provas de exatas

Neste ano, os candidatos que participarão do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) terão 30 minutos a mais para fazer a prova do segundo dia, que reúne conteúdos de Ciências da Natureza e Matemática. Segundo o edital da prova, publicado nesta quarta-feira, 21, no Diário Oficial da União, os estudantes terão cinco horas para fazer a prova no segundo dia e cinco horas e meia no primeiro dia.

Assim como em 2017, neste ano as provas do Enem serão realizadas em dois domingos seguidos: nos dias 4 e 11 de novembro. A estrutura da prova também não mudou: no primeiro dia serão aplicadas as provas de Redação, Linguagens e Ciências Humanas, com duração de cinco horas e meia, e no segundo dia, as provas de Ciências da Natureza e Matemática, com cinco horas de duração.

As inscrições deverão ser feitas das 10h do dia 7 de maio às 23h59min de 18 de maio deste ano. A taxa de inscrição foi mantida em R$ 82. O pagamento deve ser feito entre os dias 7 e 23 de maio.

Isenções

A solicitação de isenção da taxa de inscrição deve ser feita entre os dias 2 e 11 de abril. Serão isentos os estudantes que estejam cursando a última série do Ensino Médio neste ano em escola da rede pública, ou que tenha cursado todo o Ensino Médio em escola da rede pública ou como bolsista integral na rede privada e tenha renda per capita igual ou inferior a um salário mínimo e meio.

Também tem isenção o participante que declarar estar em situação de vulnerabilidade socioeconômica, por ser membro de família de baixa renda e que esteja inscrito no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal. Neste ano, também são isentos os participantes do Exame Nacional para Certificação de Competências de Jovens e Adultos (Encceja) do ano passado.

Os participantes isentos da taxa de inscrição que não compareceram nos dias de prova no Enem do ano passado terão que justificar a ausência por meio de atestado médico, documento judicial ou boletim de ocorrência para fazer o Enem 2018 sem pagar a taxa. O prazo para justificar a ausência no Enem do ano passado vai de 2 a 11 de abril.
O participante que não apresentar justificativa de ausência no Enem 2017 ou tiver a justificativa reprovada após o recurso e desejar se inscrever no Enem 2018 deverá pagar o valor da taxa de inscrição.
Segurança
O edital do Enem continua prevendo a realização de revista eletrônica nos locais de prova, por meio do uso de detectores de metais. A novidade deste ano é que os alunos também deverão permitir que os artigos religiosos sejam revistados pelo aplicador das provas. Quem não permitir a revista poderá ser eliminado.
Imprevistos
Segundo o edital deste ano, o participante afetado por problemas logísticos durante a aplicação poderá solicitar reaplicação do exame em até cinco dias úteis após o último dia de aplicação. Os casos serão julgados individualmente pela Comissão de Demandas.
No ano passado, cerca de 3,5 mil estudantes tiveram que refazer as provas em outra data por problemas como falta de energia nos locais do exame.
Direitos Humanos
O Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) retirou do edital o item que determinava que a redação que desrespeitasse os direitos humanos teria nota zero. No ano passado, o Tribunal Regional Federal da 1ª Região determinou a suspensão da regra que previa a anulação da redação que violasse os direitos humanos.
Os resultados do Enem poderão ser usados em processos seletivos para vagas no Ensino Superior público, pelo Sistema de Seleção Unificada (Sisu), para bolsas de estudo em instituições privadas, pelo Programa Universidade para Todos (ProUni) e para obter financiamento pelo Fundo de Financiamento Estudantil (Fies).
Com informações da Agência Brasil

Postos de combustíveis do CE devem fechar no próximo domingo

Os postos de combustíveis do Ceará não devem funcionar no domingo (25), feriado dedicado à Carta Magna do Estado. Como não houve acordo entre patrões e empregados sobre a remuneração extra devida pelo trabalho dos dias feriados, segue valendo o que foi acordado na terça-feira (13), durante encontro entre as partes no Tribunal Regional do Trabalho.

Desta maneira, os postos de combustíveis do estado não poderão funcionar nos feriados até a realização de uma nova convenção que mude a regra. Nesta segunda (19), feriado de São José, padroeiro do estado, a maior parte dos estabelecimentos no Ceará estiveram fechados.
Diante da falta de acordo, os postos que insistirem em funcionar podem ser autuados por fiscais da Superintendência Regional do Trabalho e Emprego (SRTE). Para o Sindipostos, entidade que congrega os proprietários, fica a critério de cada estabelecimento funcionar ou não no próximo feriado.
Mesmo proibidos, alguns postos de combustíveis funcionaram no feriado desta segunda-feira (19), Dia de São José. Em um deles, localizado na BR-116, filas de carros se formaram e o estoque combustíveis armazenados se esgotou ainda no período da manhã.
Com informação do G1

Aposentado: 90 dias para benefício não ser cancelado

Aposentados, pensionistas e beneficiários do INSS que perderam o prazo para fazer a prova de vida – que acabou em 28 de fevereiro – devem correr contra o relógio para não ter o benefício cancelado definitivamente. Quem não atualizou os dados no primeiro prazo, relativo ao ano de 2017, teve o benefício suspenso. Agora, esse grupo terá mais 90 dias para evitar o cancelamento do pagamento. No Ceará, mais de 115 mil segurados deixaram de fazer a prova de vida.

Em primeiro lugar, o segurado que se aposentou há menos de um ano ou já fez a prova de vida nesse mesmo período não tem com o que se preocupar. Mas quem está fora desses grupos precisa ir, o quanto antes, ao seu banco pagador com documento oficial com foto. Lá, terá de regularizar a situação e reativar o pagamento.
Sem isso, após o bloqueio, o benefício fica na mira de ser definitivamente cancelado. O INSS esclareceu que o procedimento para o recadastramento dos segurados e pensionistas continua sendo realizado normalmente ao longo do ano. Todo segurado que recebe benefício do INSS precisa fazer a comprovação de vida.
Cada banco trata o prazo para comprovação de vida da forma mais adequada à própria gestão. Há instituições que utilizam a data do aniversário do beneficiário, outras usam a data de aniversário do benefício e há aqueles que convocam o cliente um mês antes do vencimento da última prova de vida realizada.
A comprovação de vida, também conhecida como renovação de senha, é um procedimento obrigatório para evitar pagamentos indevidos de benefícios. Dos mais de 34 milhões de beneficiários do INSS, quase 32 milhões já fizeram a comprovação de vida nos bancos pagadores de seu benefício para efetivar o procedimento.

Guia Para Iniciante: Como Usar o Google Drive

Google Drive: Guia completo para usar esta ferramenta
Você sabia que não precisamos mais carregar pen-drives, CDs ou HDs externos para guardar fotos, documentos e arquivos de mídia? É possível acessar arquivos a qualquer hora, de qualquer dispositivo em qualquer lugar do mundo através dos serviços de armazenamento na nuvem. Se você clicar aqui, ficará sabendo de 9 motivos para usar o Google Drive a partir de agora!
No Google Drive, você poderá armazenar até 15 gigabytes gratuitamente dos mais diversos arquivos, em uma interface muito fácil de usar. Porém, se você ainda está adentrando esse universo da tecnologia em nuvem, vamos te mostrar o passo a passo para que possa usufruir ao máximo dessa ferramenta gratuita que vai facilitar a sua vida.
Primeiros passos
Como dissemos anteriormente, o Google Drive oferece até 15 GB de espaço gratuitos (que já é bastante espaço!), mas caso você precise de ainda mais espaço, você precisa comprá-lo. Há diversas opções que vão desde 100 GB até 30 TB (terabytes), pagos em planos mensais. Além disso, vale lembrar que o Drive é compartilhado com outros serviços do Google, como o Google Fotos. Ou seja: se você armazenar suas imagens no Fotos, automaticamente já estará usando o Drive. Por isso, fica a seu critério administrar o espaço utilizado neste serviço. Agora, vamos em frente.
Passo 1: Crie uma conta no Google
Antes de começar, saiba que para usar o Google Drive, é preciso ter uma conta de e-mail do Google, o Gmail. Se você ainda não tem, pode criar uma em poucos minutos. Clique aqui para saber como criar a sua conta do Gmail.
Passo 2: Acessando o Drive
Depois de criar a sua conta do Gmail, acesse a página do Drive (drive.google.com) digitando seu e-mail e senha.
LEIA MAIS EM...

Evangelho do dia

Evangelho de Jesus Cristo segundo São João 8, 31-42
- Honra, glória, poder e louvor a Jesus, nosso Deus e Senhor!
- Felizes os que observam a Palavra do Senhor de reto coração e que produzem muitos frutos, até o fim perseverantes! (Lc 8,15);
Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo segundo São João:
Naquele tempo, 31Jesus disse aos judeus que nele tinham acreditado: “Se permanecerdes na minha palavra, sereis verdadeiramente meus discípulos, 32e conhecereis a verdade, e a verdade vos libertará”. 33Responderam eles: “Somos descendentes de Abraão e nunca fomos escravos de ninguém. Como podes dizer: ‘Vós vos tornareis livres’?” 34Jesus respondeu: “Em verdade, em verdade vos digo, todo aquele que comete pecado é escravo do pecado. 35O escravo não permanece para sempre numa família, mas o filho permanece nela para sempre. 36Se, pois, o Filho vos libertar, sereis verdadeiramente livres. 37Bem sei que sois descendentes de Abraão; no entanto, procurais matar-me, porque a minha palavra não é acolhida por vós. 38Eu falo o que vi junto do Pai; e vós fazeis o que ouvistes do vosso pai”. 39Eles responderam então: “O nosso pai é Abraão”. Disse-lhes Jesus: “Se sois filhos de Abraão, praticai as obras de Abraão! 40Mas agora vós procurais matar-me, a mim, que vos falei a verdade que ouvi de Deus. Isto, Abraão não o fez. 41Vós fazeis as obras do vosso pai”. Disseram-lhe, então: “Nós não nascemos do adultério, temos um só pai: Deus”. 42Respondeu-lhes Jesus: “Se Deus fosse vosso Pai, vós certamente me amaríeis, porque de Deus é que eu saí e vim. Não vim por mim mesmo, mas foi ele que me enviou”.
- Palavra da Salvação
- Glória a Vós, Senhor



SOU VAQUEIRO E EMPRESARIO clipe oficial c FABIO DINIZ

ADICIONE AOS SEUS FAVORITOS

ADICIONE AOS SEUS FAVORITOS
Aviso Importante!! Reconhecimento: Alguns textos e imagens contidas aqui neste Site são retiradas da internet, se por acaso você se deparar com algo que seja de sua autoria e não tiver seus créditos, entre em contato para que eu possa imediatamente retirar ou dar os devidos créditos. E-mail: joseni_delima@hotmail.com FAVOR INFORMAR O LINK